8 Comentários

Novo de M. Night Shyamalan ganha teaser trailer bizarro

Nova produção do diretor de O Sexto Sentido e Sinais tem uma prévia assustadora.

Por Danilo Passos

The Happening, novo longa de M. Night Shyamalan já tem um teaser trailer. Sim, e daí?

E daí que quem conhece a carreira do diretor sabe que seus filmes são com temáticas altamente sobrenaturais. E seu novo filme não fugiria a regra.

A trama é simples: Um cara (Mark WahlbergO Planeta dos Macacos, Os Infiltrados) tenta salvar seus filhos de um cataclisma na terra, uma espécie de “vírus” transmitido pelo ar que fazem as pessoas atingidas cometerem o suicídio. A execução dessa trama que é o grande trunfo de Shyamalan.

Do jeito que conhecemos sua direção (se você nunca viu nenhum de seus filmes, por favor, faça isso) podemos esperar muita tensão. O final pode até ser desagradável (Sinais, por exemplo) mas o desenrolar da história sempre surpreende.

The Happening (desculpem, ainda não temos título em português) começou bem no quesito tensão. Assista o trailer e comente:

Olha o pôster também:

O grande problema é que o diretor ficou preso àquela obrigação de sempre ter um final surpresa, uma grande revelação a ser desvendada nos últimos minutos de projeção, o que geralmente deixa todo mundo com cara de leso e se sentindo o maior idiota do mundo por não ter desvendado sozinho antes.

Isso não é ruim, mas deixou o cara limitado na hora de escrever seus roteiros.

Em tempo: até agora, está sendo a maior censura de um filme do diretor indiano. Só maiores de 17 anos vão poder assisti-lo nos cinemas norte-americanos.

Enfim, depois desse trailer fiquei afinzão de ver esse filme e espero que estreie aqui em Belém. Sonhar não custa nada.

O filme tem previsão de estréia em 13 de junho de 2008. Uma Sexta-feira. Jason é para os fracos.

Publicidade

8 comentários em “Novo de M. Night Shyamalan ganha teaser trailer bizarro

  1. aposto q isso foi um virus q se propagou e o Mark Wahlberg foi o unico q não foi infectado daí ele encontra um cão q tambem não foi infectado e descobre q é o unico humano não afetado no EUA, bom sozinho no pais ele pode ter o carro que quiser e escolhe um camaro amarelo q derrepente se mostra um robo q esta numa batalha intergalixa!! e essa batalha só pode acabar quando ele encontar uma caveira de cristal..e o resto vcs ja sabem!!

  2. Infelizmente, fiquei sabendo que o título vai ser traduzido pra Fim dos Tempos (que merda..).

    E se vocês repararam, o ‘slogan’ faz referencia aos outros filmes

    “We’ve Sensed it. (Sexto Sentido)
    We’ve seen The Signs. (Sinais)
    Now…It’s Happening.”

    Mas em português eles ignoraram ou não perceberam isso e traduziram assim:

    “Fomos Alertados.
    Não demos Atenção.
    Agora, não há como Escapar.”

    Eu adoro os filmes do Shyamalan, é uma pena que são tão mal interpretados. Ainda acham que A Vila é um filme de suspense, quando é uma história dramática, romântica e linda.

    Ficam insatisfeitos com a mitologia mal explicada em A Dama na Água quando na verdade, isso não tem a menor importância.

    É melhor esquecer aquilo que acontece nos filmes e prestar atenção nas pessoas, nas personagens, como elas crescem, como a personalidade influencia o que fazem, etc.

    O Sexto Sentido pra mim é sua obra-prima, a mais bem dosada, mais sensível e ao mesmo tempo surpreendente.
    Sinais tem uma história um pouco mais fraca e apelativa, com um final meio desagradável, mas é com certeza o filme mais tenso e mais desesperador por parte das personagens.
    A Vila tá pau a pau com Sexto Sentido, fala de amor, de loucura, dos rumos da sociedade, do que as pessoas são capazes por um ideal.
    A Dama na Água é fora do usual, foi feito pra quebrar idéias comuns, ousar, ser sensível sem usar nenhum mecanismo de roteiro que conhecemos pra isso.

  3. caco se revelando tiéte do Shyamalan

  4. Ahê! Tiéte Shyamalan o Caco!!

  5. hahaha

    talvez =p

  6. pra mim é o melhor diretor de suspense. n entendo sua colocação sobre o diretor se limitar por construir roteiros q revelam finais q surpreendem, afinal é a forma com q ele expoe seu argumento, é um dos estilos de sua abordagem, uma das caracteristicas q atraem em seu filme. nao ha previsibilidade..

  7. É previsivel que ele deixe o grande questionamento/segredo/mistério do filme só no finalzinho… Muito previsível.

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: