3 Comentários

100Grana Especial Rambo – As referências na cultura pop

toporamboculturapop.gif

Continuando nosso especial Rambo (pensou que tinha acabado? Ainda não, temos mais algumas coisinhas, aguarde) vamos lembrar um pouquinho do impacto que Sylvester Stallone causou na cultura pop com seu personagem símbolo dos filmes de guerra.

Por Danilo Passos e Vinicius Passos (Colaboração de Márcio Sousa)

Todos sabem que John James Rambo está impregnado não só na cultura cinematográfica mas na cultura pop mundial como um todo. E como o nosso especial tem o papel de destrinchar tudo relacionado ao ex-boina verde, suas mais importantes referências na cultura não poderiam ficar de fora.

Vamos começar com um pequeno currículo de John Rambo abaixo, com a importante colaboração do nosso grande chapa Márcio “Marvalsc” Sousa:

ram1bio1.jpg

Nome: John James Rambo

Data de Nascimento: 6 de julho de 1947

Ascendência: Alemã e indígena.

Biografia: Fruto do amor entre um índio Navajo e uma mulher alemã, o soldado Rambo foi o mais qualificado e condecorado soldado americano, membro da Força de Operações Especiais do Exército Americano. Em 1966, aos 18 anos, entrou para o exército, quando foi mandado para o Vietnã do Sul. Ele retorna no ano seguinte, aos Estados Unidos, onde passa a ser treinado pela Força de Operações Especiais, unidade pertencente ao comando dos Boinas Verdes. Após dois anos de treinamento ele é enviado de volta ao Vietnã, para “por em prática” todos os “ensinamentos” dado pelos Boinas Verdes. Durante dois anos ele permanece mais feliz que pinto no lixo, até ser capturado no final de 1971.

Durante meses, Rambo é submetido há varios tipos de torturas, até conseguir escapar do cativeiro em maio de 1972. Em 1974 ele é desligado do Exército e existe uma incógnita ou desconhecimento do que ele viveu até o seu retorno aos EUA. Daí em diante todos sabem daquela passagem por uma cidadezinha, um xerife pentelho e deu no que deu.

Condecorações – Duas Estrelas de Prata, concedida aqueles que se distinguem pelo heroísmo extraordinário em combate; 4 Estrelas de Bronze, concedida pela coragem, os atos do mérito, ou serviço meritório; 4 Estrelas Púrpuras, concedidas para quem é ferido ou morto em guerra; a Cruz de Serviços Eminentes (Distinguished Service Cross – DSC), entregue aqueles que correm extremo risco de vida em combate com os inimigos de guerra; e a Medalha de Honra, concedida extraordinariamente aos que enfrentam risco de vida mais do que o dever obriga, quando em ação contra um inimigo dos Estados Unidos.

A Medalha de Honra é a mais alta condecoração concedida pelo Governo Norte-americano a um integrante das forças militares. Em geral, a medalha é entregue pelo próprio presidente, “em nome do Congresso”, pelos serviços prestados a nação. Essas são apenas “algumas” das honrarias concedidas ao soldado John James Rambo.

Curiosidades – Na mesma unidade de Rambo – não necessariamente na mesma época – foi treinado o coronel John Matrix (SchwarzeneggerComando para Matar, 1985). Mas ao contrário do soldado com cara de Bulldog, olhar de peixe morto e com peruca do Sidney Magal nos tempos de Sandra Rosa Madalena, este conseguiu até mesmo se aposentar, sendo bancado pelo Tio Sam. No mesmo filme aparece o Cooke, interpretado pelo ator Bill Duke que é também um ex-Boina Verde. Parece que os Boinas verdes são uma espécie de festa de aparelhagem daquelas bandas. Qualquer animal entra.

A unidade em que Rambo foi treinado, só é comparável à Delta Force, também uma unidade integrante do comando dos Boinas Verdes. Desta unidade sairia o major Scott McCoy (Chuck NorrisDelta Force-1986). Como veêm, aquilo que se cria, se procria e se copia.

3brutos.jpg

Já imaginou esses três elementos no mesmo batalhão? Chuck Norris morria primeiro.

O nome Rambo vem de uma variedade de maçã muito comum na Pensilvânia, Estados Unidos. Mas é de fato um sobrenome, inclusive com muitos representantes no Brasil.

Referências: Todos os três primeiros filmes (e o quarto futuramente também por consequência) inspiraram muitas produções, sejam elas televisivas, cinematográficas, literárias e afins.

Cinematograficamente falando, podemos citar várias coisas. As que mais se destacam você confere logo abaixo:

Os Gremlins foram uma febre nos anos 80 e 90. Para quem não conhece, eram criaturinhas muito famosas que tinham como seu personagem principal o carismático Gizmo. Quer saber mais? Google-se. Na parte dois, o protagonista, que toda mulher falava “Oooooooooolha, ti fofo!!!”, pirou de vez, se revoltou contra os monstros malignos e se armou até os dentes, numa referência hilária e divertidíssma ao nosso homenageado. Confere aí:

Em 1993, foi lançada nos cinemas a sequência de Top Gang – Ases Muito Loucos (Hot Shots, 1991) chamada Top Gang II – A Missão (Hot Shots Part Deux) que é de longe a melhor paródia já feita com o personagem na história do cinema. Isso era na época préTodo Mundo em Pânico quando se faziam paródias divertidas.

A primeira parte dos filmes estrelados por Charlie Sheen tirava um sarro de Top Gun – Ases Indomáveis. A segunda sacaneava (e muito) vários filmes de ação da época e principalmente, como o nome já entrega, com a trilogia Rambo. E ainda tinha a inusitada participação do Coronel Trautman (com o nome de Coronel Denton Walters) interpretado pelo próprio Richard Crenna. E a gostosa da Valeria Golino também. Ah…

Dá uma olhada num resumo de 10 minutos

… numa das muitas partes de se espocar de rir…

E no trailer da comédia:

A cena da galinha servindo de flecha é antológica

 

hot_shots_part_deux_ver1especial-rambo.jpg

Top Gang 2 – A Missão. Pôster pouco conhecido.

Rambo da Turquia: Como somos todos divulgadores da cultura trash, não podíamos deixar de fora a versão do Rambo mais canalha que eu já vi, chamado de Korkusuz – The Turkish Rambo. Nem precisa dizer que: Se é feito na Turquia, é no mínimo pobre, podre de produção e uma ótima diversão. E isso não é um elogio. Selo TrashBack com louvor!

TV Pirada (UHF): Foi um filme bem underground de 1989 escrito pelo lunático “Weird Al” Yankovic e dirigido por Jay Levey. O personagem principal (Yankovic) comprava um canal de TV e começava a passar filmes toscos protagonizados por ele mesmo e outras pessoas bizarras. E acabou fazendo o maior sucesso. Uma das produções era adivinha o quê? Uma paródia de Rambo, lógico. Isso chegou a passar na Globo umas duas ou três vezes, bem tarde da noite.

rampo100granaespecial.jpg

Son of Rambow: Recentemente exibido no Sundance Film Festival, este filme de produção inglesa tem uma história interessante. Dois garotos num longo verão dos anos 80, resolvem fazer seu próprio filme de ação depois de assistirem e ficarem deslumbrados com uma cópia pirata de Rambo – Programado para Matar. Lee Carter (o garoto mais encapetado de sua escola) arranja a cópia do primeiro Rambo e recruta seu amigo Will (o oposto, sendo o mais comportado) e vários outros moleques pra fazer o filme do filho do ex-combatente do Vietnã, com direito a participação de um Rambo velho caquético!!!

Olha só o pôster de Son of Rambow:

Na web…

Com a rapidez da internet hoje em dia quase tudo é possível. Agora que Rambo IV está fazendo um enorme sucesso por aí, tem muita gente se inspirando no mito, criando coisas extremamente criativas e jogando na rede. Olha essa animação do quarto filme que eu achei enquanto pesquisava para o especial. O vilão é o Bin Laden, óbvio.

 

O Youtube é uma revolução, ninguém pode negar isso. Serve de divulgação pra muita gente mas também serve pra tirar uma onda de tudo. Existem várias redublagens dos filmes por lá, mas tem uma que me chamou mais a atenção. É a única que achei engraçada e que valia a pena botar aqui pra vocês, lisos. Não sei se é por causa do sotaque de português de Portugal…É a cena final do primeiro filme, a conversa entre Trautman e John Rambo.

Falando em português, o Brasil teve suas raquetadas no universo Rambo sabia? E continua tendo até hoje. Mas isso é uma outra parte do nosso exclusivo especial!!! Aguarde, Rambo no Brasil!!!

Leia o nosso Especial Rambo

3 comentários em “100Grana Especial Rambo – As referências na cultura pop

  1. cade o rambo de manaus nao ta ai

  2. Calma Mr. Caveman. No final da matéria diz: “Aguarde, Rambo no Brasil!!!” Então é so aguardar… Um abraço.

  3. È sem duvida, meu amor, meu queridinho! De todos os filmes, o que mais me impressiona, é a sua volta para casa. (Rambo IV) muito comovente, depois de 44 anos fora.

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: