5 Comentários

Filmes do Fim de Semana na TV Aberta: Snoopy, Efeito Borboleta e Ninja Americano!!

Parece que deixaram os estagiários tomarem conta da programação dessa semana… Até que não está tão ruim. Vale pela bela homenagem ao animador de Snoopy, que faleceu essa semana. Confira!

Por Diego Andrade

Sim, os estagiários. É uma teoria que nós temos aqui: nos dias em que a programação de filmes da TV parece melhorar, achamos – quase certeza – que as emissoas não estão usando aquela máquina de “random”, usada para escolher os filmes aleatoriamente, ou um daqueles viciados em filmes com “altas confusões”.

Alguns estagiários são espiões altamente informados esperando a primeira oportunidade para uma boa sabotagem cultural na programação. Eu sei porque já fiz isso em algum lugar do passado. Então um viva aos estagiários e aos bons filmes!!!

Ok. Agora vamos para a nossa lista de exceções e trasheiras do fim de semana!

  • Sábado, 06 de setembro

Volte Para Casa, Snoopy
(SBT, 14h30)
Snoopy Come Home, de Bill Melendez. Elenco não divulgado. EUA, 1972, cor, 81 min. Classificação Etária: Livre. Animação – Após receber uma carta de Lila, Snoopy faz as malas imediatamente e vai visitá-la no hospital sem falar nada para nenhum de seus amigos. Durante a viagem, ele se irrita com a quantidade de lugares onde a presença de animais está proibida. Depois ele é capturado por um garotinha que irá deixá-lo de orelhas em pé. Enquanto isso, Charlie Brown fica desolado com a partida de seu melhor amigo e, junto da turma, procura descobrir quem é Lila e por que Snoopy decidiu ir embora.

Snoopy é Snoopy. Um dos melhores quadrinhos “quase infantis” já criados, ao lado de Mafalda e Calvin, por isso dispensa apresentações. A sessão colocada pelo SBT (ou pelo estagiário de lá) é muito oportuna e deve ser vista como uma homenagem a Bill Melendez, o homem que deu vida aos personagens de Charles M. Schultz com uma perfeição, cuidado e detalhismo que impressionaram até o próprio criador do Snoopy. Ele faleceu nesta última terça-feira (dia 02), de causas naturais aos 91 anos.

Bill Melendez em seu estúdio, Los Angeles.

Bill começou sua carreira no estúdios Disney, em 1938 (época explosiva para os quadrinhos), e participou da criação de grandes animações como Pinóquio, Fantasia e Dumbo. Além disso, na Warner Bros. foi o responsável pelo nascimento de personagens como PernaLonga, Patolino e Gaguinho.

Como se não bastasse ter deixado a sua marca na história da animação, no anos 50, conheceu o autor de Snoopy, ou melhor “Peanuts”, e a partir daí surgiram cerca de 60 episódios, de meia hora cada, cinco especiais de uma hora, quatro filmes e mais uma pilha de anúnicos e pequenas produções com a Turma do Charlie Brown.

Uma das curiosidades sobre as animações de Bill, era que a dublagem (dos “grunidos” de Snoopy e Woodstock) era feita por ele. Ninguém entendia, mas era engraçado. Os sons da professora também eram hilários, mas não eram feitos por ele.

Fica aqui a lembrança e homenagem do 100Grana.com para este animador que marcou várias gerações, inclusive a minha, com as histórias de Snoopy, Charlie Brown e toda a turminha de crianças espertas de Charles M. Schultz:

Saibam como era fazer animação literalmente no braço! Assista ao documentário sobre a animação, realizado em 1985, com apresentação de Charles M. Shultz e Bill Melendez explicando o processo de criação do desenho. Uma pérola disponível no YouTube!

Parte 01:

Parte 02:

Clique nas partes 03, 04 e 05 para assistir o documentário completo.

American Ninja V
(Globo, 16h15)
American Ninja V, de Bobby Gener Leonard. Com David Bradley, Pat Morita e Ernie Reyes Jr.. EUA, 1992, cor, 102 min. A emissora não informou a classificação etária. Aventura – Joe e o filho de um antigo guerreiro partem para a América Latina para tentar resgatar um professor e sua filha, seqüestrados por terroristas.

Opa!!! Sessão Kung-fu-classic-trash à vista! Mas calma lá, liso! Esse não é aqueeeele Ninja Americano interpretado por Michael Dudikoff, na verdade, é a versão David Bradley. Esse foi o último filme da saga “Ninja Americano”, já se arrastando com os outros quatro filmes anteriores. Não é melhor do que os primeiros, principalmente o I e II, mas vale pelo saudosismo da época “karatê Sessão da Tarde”, uma febre americana que durou até o início dos anos 90. Como destaques do elenco estão Pat “Myagi” Morita, obviamente no papel de mestre; e o vilão era James Lew. Mais um dos vários atores orientais que não conseguiram se tornar grandes estrelas em Hollywood, porém, ele é o que podemos chamar de “Mestre em Pontas”, basta ter uma capanga chinês-japonês-coreano na história, que ele aparece para bater ou apanhar.

Efeito Borboleta
(Globo, 23h15)
The Butterfly Effect, de Eric Bress e J. Mackye Gruber. Com Ashton Kutcher, Amy Smart e Eric Stoltz. EUA, 2004, cor, 113 min. A emissora não informou a classificação etária. Suspense – O jovem Evan, que desde a infância tem lapsos de memória, recebe a notícia do suicídio da ex-namorada. Logo ele descobrirá que tem o poder de viajar no tempo, comprovando que as suas novas ações no passado terão desdobramentos dramáticos no presente.

Muita gente tem antipatia por Ashton Kutcher. Realmente, ele é um mala-sem-alça. Porém, é melhor distanciarmos a pessoa do Ashton do ótimo trabalho realizado em Efeito Borboleta. Um filme fantástico que aborda de um jeito impressionante a teoria do efeito borboleta. É claro que a teoria não fala exatamente de viagens no tempo, mas sim, da teoria do caos e como pequenos atos e decisões podem ter consequências gigantescas, para o bem ou para mal. Filme altamente recomendado.

Correndo Atrás do Diploma
(SBT, 0h)
Orange County, de Jake Kasdan. Com Colin Hanks, Jack Black, Chevy Chase e Catherine OHara. EUA, 2002, cor, 82 min. Classificação Etária: 12 anos. Comédia – O jovem Shaun Brunder vive em Orange County, Califórnia, com um irmão “pancado” e a mãe divorciada que adora beber; namora Ahsley e surfa com seus amigos. Sua rotina muda quando um acidente com um amigo o faz reavaliar sua vida e, sobretudo, quando encontra na praia uma cópia do romance “Camisa de Força”, de Marcus Skinner. O livro o fascina tanto que ele decide que quer ser um escritor, fazendo com que ele se dedique aos estudos para que possa ser aceito na Universidade de Stanford, onde o próprio Skinner leciona. Sua dedicação aos estudos se traduz em notas altas e em um trabalho final impecável, o que lhe garantiria seu ingresso em Stanford. Quando é informado da recusa, Shaun descobre que houve um engano na direção de sua escola e no envio de suas notas para Stanford. Ele resolve, com a ajuda de Ashley, partir numa tentativa desesperada de entrar para a universidade, pois o prazo para corrigir o engano já estava quase se expirando.

Filme produzido pela MTV. Nunca vi. Mas tem o Jack Black, Chevy Chase e Born To Be Wild na trilha sonora. Se alguém estiver sem sono, talvez seja uma boa pedida.

O trailer:

O engraçado é lembrar que essa já foi a sessão chamada de “Cine Belas Artes”, com filmes que nunca imaginei ver na TV como Hamlet. Texto integral, interpretações incríveis e Kenneth Branagh como um Hamlet impecável. A maioria lembra dele como o professor Gildory Lockhart, no filme Harry Potter e a Câmera Secreta (um bom cachê faz isso).

Trailer

Triângulo Amoroso
(Band, 2h)
Lover’s Leap, de Toby Philips. Com Carrie Westcott, Moe Justini e Michael Jay. EUA, 1995, cor, 90 min. Classificação Etária: 18 anos. Erótico – Johanna resolve dar um tempo em seu relacionamento com o jovem Nick e se envolve com um homem mais velho – sem saber que seu novo amante é o pai de Nick. Este é apenas o começo das confusões que ocorrem nesta história de amor por duas pessoas ao mesmo tempo, na qual os laços da família são realmente colocados à prova.

Cine Privê… Mais conhecida como Cine Peitão, Sexo de Cabeça ou Problema Crônico de Insônia e Internet Discada. Alugue um filme ou peça emprestado de alguém. Se você tem menos de 15 anos e tem uma tevê no quarto… Divirta-se, moleque!

Feito Cães e Gatos
(Globo, 03h40)
The Truth About Cats and Dogs, de Michael Lehmann. Com Uma Thurman, Janeane Garofalo e Ben Chaplin. EUA, 1996, cor, 97 min. A emissora não informou a classificação etária. Comédia romântica – Radialista tímida e insegura pede à amiga modelo que se passe por ela num encontro às escuras que marcou com charmoso fotógrafo. A situação leva a uma série de mal-entendidos, encontros e desencontros entre os três.

Apesar da presença de Uma Thurman, a musa de Tarantino and meio-mundo pop nerd, o filme não é uma das melhores opções às 3h40 da madrugada… Dormir, Dormir…

Domingo, 07 de setembro

Dennis, O Pimentinha – Cruzeiro das Trapalhadas
(Band, 11h50)
Dennis, the Menace in: Cruise Control, de Patrick A. Ventura. Elenco não divulgado. EUA, 2002, cor, 73 min. Classificação etária: Livre. Animação – O Sr. Wilson vai a um cruzeiro para escapar de Dennis, mas este, sua família e amigos, também acabam embarcando no navio. Já no mar, Dennis se torna amigo de uma princesa de sete anos de idade, que tenta fugir de um misterioso malfeitor que tem como objetivo tomar o seu país. Na ilha natal da princesa, Dennis e seus amigos invadem o Palácio, salvam a princesa e acabam com as férias do Sr. Wilson, tudo ao mesmo tempo.

Uma versão mais recente do lendário moleque Dennis, que “nunca” passou num programa da Mara Maravilha. Agora uma observação tem quer ser feita: Band exibindo desenhos? Desde a época de Dragon Ball Z e Cavaleiros do Zodíaco isso se tornou uma prática cada vez mais rara e estranha na emissora.

Pequenos Espiões
(Globo, 14h30)
Spy Kids, de Robert Rodriguez. Com Antonio Banderas, Teri Hatcher e Carla Gugino. EUA, 2001, cor, 88 min. A emissora não informou a classificação etária. Comédia – Quando o famoso casal de espiões Gregório e Ingrid Cortez é seqüestrado pelo maligno Fegan Floop, os dois filhos do casal – Carmen e Juni – são os únicos que sabem como resgatá-los. Assim, eles partem em sua primeira missão como espiões para salvar os pais.

Esse filme tem que ganhar alguma medalha como campeão de reprises na mesma sessão: Temperatura Máxima. Já foram zilhões de vezes só esse ano.

Blade II: O Caçador de Vampiros
(SBT, 22h30)
Blade II, de Guillermo Del Toro. Com Wesley Snipes, Kris Kristofferson e Ron Perlman. EUA, 2002, cor, 117 min. Classificação Etária: 14 anos. Ação – Blade nasceu metade humano, metade vampiro e este fato faz com que ele dedique sua vida a exterminar os habitantes da escuridão. Ao descobrir que uma nova raça de vampiros, mais evoluída e mais sanguinária, advindos de uma mutação genética, está atacando tanto os membros da própria raça quanto os humanos, Blade é obrigado a fazer uma aliança com Damaskinos, o poderoso governante da nação dos vampiros e seu inimigo declarado. Liderando a equipe vermelha, Blade parte em uma caçada para exterminar os perigosos vampiros.

Para variar, um dos posteres pouo divulgados na época.

Direção de Guillermo Del Toro. É um filme divertido e cheio de cenas de ação, muitas delas baseadas no Homem-Aranha, sucesso na época, porém, o primeiro ainda é imbatível. Muito mais sombrio que o segundo. Diversão e pipoca no Domingo.

Tiro e Queda
(Globo, 0h55)
The Big Hit, de Che-Kirk Wong. Com Mark Wahlberg, Lou Diamond Phillips e Christina Applegate. EUA, 1998, cor, 91 min. A emissora não informou a classificação etária. Aventura – Uma equipe de assassinos de aluguel entra em apuros quando seus integrantes raptam a filha de um rico industrial que, por coincidência, é o chefe deles. A situação se complica ainda mais para Mel, líder da gangue, que precisa recepcionar os pais de sua noiva e descobre que sua amante fugiu com seu dinheiro.

Esse é um filme de ação muito divertido. Tiro e Queda não poderia ter sido um título mais apropriado para mais um filme onde Mark Wahlberg, atual Max Payne, faz o que sabe: tiroteio, ação e pancadaria!

No elenco também estão Lou “La Bamba” Diamond Phillips e o colírio oriental China Chow.

Trailer

Brincando de Seduzir
(Band, 1h)
Beautiful Girls, de Ted Demme. Com Matt Dillon, Noah Emmerich e Anabeth Gish. EUA, 1996, cor, 112 min. Classificação Etária: 14 anos. Drama – Uma reunião de ex-colegas de colegial em uma cidade da Nova Inglaterra traz uma verdadeira diversidade de profissões, estilos e personalidades: Willie é um pianista sem sucesso de Nova Iorque que toca em bares e está considerando a hipótese de trabalhar como fornecedor. Enquanto está na cidade, Willie, que está tendo problemas com sua namorada, faz amizade com uma garota de 13 anos de idade.

Não conheço. Nunca vi.

O Homem do Trem
(Globo, 02h35)
Man on The Train, de Patrice Leconte. Com Jean Rochefort, Johnny Hallyday e Jean-Francois Steveni. Alemanha, França e Inglaterra, 2002, cor, 90 min. A emissora não informou a classificação etária. Comédia dramática – Em uma estação de trem vazia, um professor de poesia e um criminoso que pretende assaltar o banco local se encontram e notam que, talvez, um deveria ter vivido a vida do outro. O filme foi o vencedor dos prêmios do público de Melhor Filme e Ator, para Jean Rochefort, no Festival de Veneza.

Filme europeu na Globo?! Os estagiários estão tabalhando até tarde. Enfim, madrugada de Domingo para Segunda meio mundo já está dormindo. Aula, trabalho e coisas variáveis.

Traços de Família
(SBT, 3h45)
Thicker Than Blood, de Richard Pearce. Com Mickey Rourke, Dan Futterman e Carlo Alban. EUA, 1998, cor, 86 min. Classificação Etária: 14 anos. Drama – O jovem professor branco e de classe média Griffin Byrne chega a uma escola católica da periferia onde os hispânicos são a maioria. Lá, ele percebe o talento de um garoto chamado Lee que, em quadrinhos, retrata a vida de violência e dor que sua família enfrenta. Griffin tenta ajudá-lo, mas recebe críticas da escola e por parte da família do garoto.

Parece legal. Michey Rourke (Marv de Sin City) faz o papel de um padre. Quem assistir, por favor, deixe a sua opinião aqui.

Ah, não se esqueça: concordando ou não com nossas opiniões, faça-nos um grande favor e:

Obrigado e volte sempre!

5 comentários em “Filmes do Fim de Semana na TV Aberta: Snoopy, Efeito Borboleta e Ninja Americano!!

  1. american ninja eh sempre american ninja, ou seja,classico trash dos bons.
    tiro e queda eh muito bom como açao,alem de ser muito engraçado.
    correndo atras do diploma, vale uma conferida ,jack black rouba a cena e o protagonista eh o filho do tom hanks(colin hanks),que tbm fez kink kong de peter jackson.

  2. tenho aula segunda e tiro e queda q sempre passou no domingo maior ou segunda menor… so o vi 2 vezes e acho ele muito bom! principalemnte pela japonesa eheh!

  3. chinês-japonês-coreano na história kkkkkkkkkkkkkkkkk não e ele q e o liu kang?

  4. efeito borboleta foi show ontem.

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: