5 Comentários

Os filhos bastardos de Watchmen – O que mudou depois da obra de Alan Moore?

Os filhos bastardos de Watchmen - O que mudou depois da obra de Alan Moore?

Que o lançamento de Watchmen mudou a cara dos quadrinhos made in usa não é novidade, mas aí embaixo vai uma lista de HQs que direta ou indiretamente foram atingidas pela obra.

Por Jefferson “Caverna” Nunes

Batman, O Cavaleiro Das Trevas – Frank Miller disse em entrevistas ainda nos anos 80 que Watchmen modificou completamente a sua obra prima. Aquele papo de heróis proibidos de atuar e o Superman trabalhando para o governo, vocês acham que veio de onde?

Batman, O Cavaleiro Das Trevas

Crise de Identidade – Talvez a estória mais barra pesada da Liga da Justiça. Estupro, assassinatos e uma trama cheia de reviravoltas trouxeram um pouco de “realidade” ao mundo da LJA.

Crise de Identidade

O Reino Do Amanhã – Velhos heróis amargurados voltam a lutar em um mundo onde a palavra heroísmo virou sinônimo de caos. Essa brilhante obra prima de Mark Waid e Alex Ross bebeu diretamente na fonte de Alan Moore e Dave Gibbons para imaginar um futuro distópico do Universo DC.

O Reino Do Amanhã

Os Supremos – A Marvel, depois de quase duas décadas de publicação de Watchmen, finalmente “cai na real ” e comete o que talvez seja o seu melhor lançamento nessa década que está terminando. Sarcasmo, violência e doses cavalares de realidade. Os Vingadores nunca mais seriam os mesmos.  De Mark Millar e Bryan Hitch.

Os Supremos

Guerra Civil – O épico anti- Bush da Marvel deve muito a Watchmen . Quando os heróis se dividem contra e a favor a uma lei de registro sancionada pelo governo, dá para ouvir bem lá no fundo a risada do Comediante.

Guerra Civil

Esquadrão Supremo – A versão Marvel da Liga da Justiça nas mãos às vezes talentosas de J. Michael Straczynski ficou muito mais sombria, com conspiraçoes governamentais e magia do caos. Onde foi que eu já vi isso antes?

Esquadrão Supremo

Authority – Sexo, violência, heróis gays casados e realmente mudando o mundo. Quando todos achavam que a “fórmula” não poderia render mais nada de bom, Mark Millar reinventa o conceito de super heróis para o ano 2000.

Authority

Heróis violentos – Com a publicação de Watchmen e o inesperado sucesso do personagem fascista Rorschach, as editoras viram que anti-heróis vendiam bem e de repente o mundo dos colants coloridos se tornou mais obscuro. De Wolverine a Spawn passando pelo Justiceiro e outros menos cotados, o que importava era o número de mortos e o sangue que espirrava das páginas. Saem as lições de moral e entram a pancadaria (na maioria das vezes) sem sentido.

100grana_punisherwolverine

Jefferson Caverna Nunes é jornalista, roteirista, empresário e primo do Chow-Yun Fat.

Aguarde a última parte de nosso especial sobre Watchmen com uma matéria em vídeo que fizemos na fila para o filme.

Anúncios

5 comentários em “Os filhos bastardos de Watchmen – O que mudou depois da obra de Alan Moore?

  1. Aquele da Liga da Justiça, Crise de Identidade, me deixou com vontade de lê-lo.
    Vocês podiam fazer mais matérias desse jeito. Muita coisa boa se perdeu no esquecimento e merece ser relembrada.

  2. adorei o filme
    diferente de tudo o que eu ja vi relacionados a super-herois
    agora eu adoraria saber como foi o final dos quadrinhos???(pois eu fiquei puto quando Dr. Manhattan mata o Rorschach)
    se alguem puder contar
    valew

  3. crise de identidade eh uma das maiores historias da liga da justiça,isso se nao for a melhor.
    recomendo.

  4. Parabéns pela matéria. Tinha que ter um texto do Caverna nesse especial. Mas, de forma geral, acho que a influência de Watchmen foi nefasta. Claro, teve algumas coisas legais, como Poder Supremo e Supremos, mas no geral, a maioria não entendeu Watchmen e achou que bastava colocar um anti-herói violento nas histórias. Vocês devem se lembrar que horror era a década de 1990. Tinha grupos inteiros de personagens que pareciam uma mistura de Rorschach com Comediante. Acho também que isso chegou a um cúmulo mesmo em séries bem escritas, como Crise de Identidade, em que parece que todo mundo é canalha.

  5. Authority é impactante em sua temática ácida e quebra de tabus nos quadrinhos do gênero, leitura diferenciada; Esquadrão Supremo segue linha semelhante, embora aspectos como homossexualismo é abordado de forma mais contundente em Authority, a nível de gradação e exposição de violência e abordagem de temática política acho que Esquadrão Supremo equipara e em alguns casos suplanta Authority.

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: