15 Comentários

“Cinema em Casa” nos Estados Unidos?

MPAA consegue a aprovação de uma iniciativa revolucionária que promete auxílio no combate à pirataria.

A história é a seguinte: No ano passado, a MPAA (Motion Picture Association of America) emitiu uma solicitação para a FCC (Federal Communications Commission) o órgão regulador da área de telecomunicações e radiodifusão dos Estados Unidos, criando a possibilidade de exibir filmes em cartaz nos cinemas  para lares americanos, durante o mesmo período.

Ou seja, os estúdios  transmitindo filmes novos ou recentes via TV a cabo , via satélite,  mesmo antes do lançamento em DVD. Em alguns casos, exibindo paralelamente com a estréia nos cinemas.

Enfim, a solicitação foi aprovada pela FCC. O manda chuva da MPAA, Bob Pisano, diz que esse fato é uma vitória para os consumidores , por mais um modo de acesso para ver filmes, além de ser um incentinvo ao desenvolvimento de novos modelos de contratos de exibição, sem falar na proteção do conteúdo da obra contra a pirataria. Eu já acho que facilita, grava o filme da TV, pronto 😉

Mas fica também a sensação de faca de dois gumes. O SlashFilm levantou uma questão importante: Se você tiver a opção de assistir Homem de Ferro 2, por exemplo, no conforto da sua casa, você vai sair de sua casa á noite para ver este filme, mesmo que a sala de cinema seja de excelente qualidade?

Lembremo-nos ainda do atual momento nos EUA, em meio aos alertas de ataques terroristas e tudo o mais. Nesse contexto, acho que isso pode acarretar certo prejuízo aos exibidores e tudo o mais.

Enfim, acho que pode dividir o público, embroa eu ache que nada substitua o prazer de assitir um bom filme com os amigos no cinema (quando o orçamento permite, claro  🙂   ). E vocês, o que acham?

Continue lendo o 100Grana e até a próxima notícia.

15 comentários em ““Cinema em Casa” nos Estados Unidos?

  1. eu acho que deveria ser diferente apesar da ideia ser boa. uma semana depois do filme sair dos cinemas, ele ir para as tvs a cabo. mais ou menos o que acontece aqui no brasil so que demora em torno de 1 mes algo assim

  2. ola pessoal, por falar em cinema em casa gostaria de saber se num tera mais a sessão de filmes da semana aqui no 100 grana pois faz muito tempo que não a vejo?

    abraço

  3. É, lá para eles são bons sim, pois tem condições de comprar um ótimo produto com ótimo preço, assim podendo montar um ótimo Home Theather para sua casa e infelizmente nós temos que pagar caro por esses produtos.

  4. Ou seja, pros caras daria mais lucro se fosse aqui. XD

    Pq se nos EUA eu pudesse montar um baita sistema de som e telão de LCD/LED em casa, chamaria a galera pra ver em casa e não gastaria dinheiro pra sair pro cinema nem a pau. =P

  5. Acho que isso vai dar e um prejuízo enorme porque quem vai deixar de assistir em casa para ir ao cinema além do mais ai sim que a pirataria aumentaria pq teriamos a gravação do filme da tv e em alta qualidade e então quem iria ir no cinema se pode baixar? além do mais mesmo que eles invetem algum sistema para não gravar ainda sim tem as câmeras digitais que também pode fazer a release do filme. Além do mais nem todos tem acesso a tv acabo eu mesmo nem tenho acesso a Tv e nem ao cinema, pra assisstir Harry Potter eo enigma do príncipe no cinema gastei quase R$: 100 conto de condução e lanches.

  6. por isso q eu estou montando o meu “cinema em casa” de acordo com o meu orçamento. Esperando chegar no Brasil esse sistema, hehehehehe (só em 3010).

  7. Bom. Acho que é uma porrada na cabeça do mercado pirata. Mas tem que ver se não vai piorar ainda mais a situação dos cinemas. Como foi citado, se eu posso ficar em casa para ver o filme, pq é q eu vou me deslocar até o cinema? Ainda mais com a quantidade de TVS de qualidade e home theaters nas casas hj em dia.

  8. Uma semana ou 1 mês não fazem diferença para a pirataria.
    Basta o filme terminar de ser exibido que em 30 minutos já existirão 10 cópias que se multiplicarão exponencialmente mas com baixa qualidade.
    Assim que a seção termina o proprio funcionario do cinema já faz uma cópia e repassa pros bandidos e aí teremos copias em HD.

    O negócio é baratear o preço dos ingressos tendo como base, um plano de metas de publico pagante.
    Essas metas seriam flexiveis por regiao ou cinemas. Assim, os ingressos iam caindo de preço na medida em que o ia se pagando.

    Ia na frente quem pode mais e os que não podem tbm iriam assim que po$$ivel

    QUem assistiria um piratao safado se o ingresso nao custasse o preço de 3 dvds piratas?

  9. Bem, eu vou ser bem sincero: se eu tivesse dinheiro o suficiente pra fazer uma verdadeira sala de cinema em casa (home theater, tv e som da melhor qualidade aliados a uma sala feita com temperatura e luz ambiente e bastante conforto da maneira que você desejar) então eu assistiria em casa mesmo, a não ser em casos como o de Avatar, onde ainda não existe tecnologia para fazer aquele nível de exibição em casa.

  10. SOU CONTRA

  11. Bom Nelson, já tem óculos 3D à venda aqui em Belém que eu já vi.
    Pode não ficar igualzinho ao efeito de Avatar, mas deve chegar perto.

  12. Tem as TVs 3D já, mais é muito caro, só pra rico mesmo, ainda não vi um review que diz que o efeito é o identico de Avatar, mais não há filme para testar S: para falar como que é, não há filme como Avatar eu quis dizer, ainda não lançaram ele em 3D, só assim pra ter um review melhor.

  13. MPAA cortando o “middleman” na cadeia de valor 😀

    Se danem, donos de cinema! Vão ter que se “reinventar” (frase repetida à exaustão no mundo corporativo).

    Do ponto de vista de “Consumidor”, acho bom que eu possa assistir de casa. Do ponto de vista do “bem maior”, acho sacanagem com a galera que tem cinema. Vão ter que começar a passar uns filmes antigos pra poder recuperar um $$$, investir em propaganda e etc…

  14. Valeu, Renan, esqueci das TVs em 3D. Só os óculos não bastam. =P
    Mas a gente não tá entrando no mérito de ser caro ou não, a gente só tá fantasiando mesmo. Repara: “se eu tivesse dinheiro…” XD

    Mas sim, fora isso eu concordo contigo.

    Galera, deixa eu viajar um pouco: e se, com essa ideia, acabar surgindo um novo mercado? Tipo, gente que tem o equipamento apropriado em casa pode começar a cobrar pras pessoas irem assistir ao filme em suas casas (a um preço bem menor, lógico). Será que essa iniciativa não vai acabar gerando um mercado “clandestino” de cinemas, de piratas em grande estilo ou até mesmo criar novas empresas de cinema e acirrar a concorrência?

    Foi só um pensamento que me ocorreu agora…

  15. e como vai ficar as locadoras?????????????????????????

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: