6 Comentários

Bill Gates pode ser o autor do maior trabalho filantrópico já feito em larga escala

Descubra como Bill Gates pode ser o autor do maior trabalho filantrópico já feito em larga escala.

Bill Gates é adorado por uns (pelo fato de ser considerado o pai do sistema operacional Windows e fundador da Microsoft, a maior e mais conhecida empresa de software do mundo) e odiado por outros (por ser um capitalista sem escrúpulos, um ladrão de idéias, um oportunista e tantos outros perjorativos). Milionário e Filantropo são outras das denominações que podemos dar ao Tio Bill. E sobre essas que falaremos agora. Desta vez Gates conseguiu converser mais de 30 bilionários, entre eles George Lucas (ele mesmo. Quem diria…), Michael Bloomberg (prefeito de Nova Iorque), Larry Ellison (fundador da Oracle), Barry Diller (dono da IAC, companhia de mídia online dona do Ask.com, Bloglines, Vimeo, Match.com e outros) e tantos outros, a doar metade de suas fortunas à instituições de caridade.

É claro que esses bilionários não são obrigados legalmente a dar metade de suas fortunas para a caridade, é mais como uma promessa de confiança, principalmente agora que toda a imprensa já noticiou a promessa. Caso isso se confirme, Bill Gates pode ser o autor do maior trabalho filantrópico já feito no mundo em larga escala. Uma bela atitude de Bill Gates. Se esse pessoal quiser doar umas migalhas de suas fortunas ao 100Grana, receberemos de braços abertos, hehehehe (Piada).

Um Abraço a Todos

Sobre Brunno o Bruto

Sou Bruto!

6 comentários em “Bill Gates pode ser o autor do maior trabalho filantrópico já feito em larga escala

  1. Hahaha

    Ele teve que colocar um “Hehehe” pra poder dizer que era piada pqp!!!
    Vcs não são lisos!
    Tem pc, net e bonecos!!!
    Bando de rebelde sem causa

  2. PQPariu Shiudah! Sério cara, você parece o alterego maligno dos caras do 100grana, só aparece pra reclamar e dar comentários cretinos, se quer tanto reclamar faz um blog seu SÓ pra isso, que cara mala.

    Mas voltanto a reportagem, achei realmente uma ótima forma de se “redimir” do Bill, ele já foi o maior cretino, copiou, comprou, enganou, foi praticamente um mercenario de informações, mas sério mesmo? Linux até hoje luta pra conseguir posições, e a Apple é o sistema mais fechado(ele é massa, super inovador e talz, mas fechadão pra tudo, NEM USB TEM ALGUNS PRODUTOS!) , e por mais pilantra que tenha sido o “Tio Bill” ele foi SUPER inovador, afinal, por mais que ele tenha roubado idéias daqui, enganado ali, ele soube tomar onta do mercado de forma incrivel, e tenho a certeza de que o mundo não seria como é hoje se ele não fizesse tudo que fez!

  3. Ei Douglas “Tarrasque” Ruivo,não fala nada,que “Shibunda” só quer ibope,pobre coitado!

  4. Bem, se podemos chamar de humanitário alguém que injeta milhoes de dólares
    em instituiçoes que trabalham pela implementaçao do aborto em larga escala pelo mundo todo, entao Bill Gates é realmente humanitário.

  5. Os amigos do 100grana estão “Linkados” no Diário, não por puxasaquismo, vocação a babaquice ou ainda otárice crônica. Estão com espaço no site porque conquistaram isso ao longo de quase 4 anos de muito trabalho, dedicação e competência no que fazem em Belém (e fazem muito) coisa que nem mesmo grandes redes de comunicação fizeram.
    Eles ainda conquistaram parcerias com empresas sérias que apostam no trabalho dessa galera. E, claro. espero que eles continuem sempre nesse caminho com muito sucesso.
    Aos invejosos vai uma base científica para seu sentimento:
    “(….) Originariamente, a inveja é um problema interno, psíquico, com fortes repercussões nas relações humanas. E um sentimento mesquinho, pequeno, mas não chega a ser um desvio de comportamento, como a neurose e a cleptomania, embora esteja ligado à emoção. Tal sentimento tem suas raízes na falta de caráter e de formação, nas frustrações não resolvidas, na incompetência e na ociosidade, porque só quem está sem o que fazer tem tempo para cuidar da vida dos outros(….)”
    (…)Aliás, normalmente o invejoso é uma pessoa frustrada, que vive presa num círculo vicioso: um fracasso leva à frustração, que gera algum complexo, que estimula o sentimento de inveja, causando mais frustrações. E, assim, o invejoso se anula, pois não vive mais a sua vida: fica sempre atento ao que o outro é, tem, faz, consegue. Este indivíduo é um forte candidato a uma terapia. Ele precisa de ajuda, porque não só prejudica a si mesmo, mas também a todos que estão à sua volta(…)”
    (Maria Helena Brito Izzo, Psicóloga e terapeuta familiar)

  6. Tio é FDP e Santo. Ele quer um Nobel da Paz por seu trabalho “humanitário”, e é capaz de conseguir. Isso só prova que o “poder” que uns Bilhões trazem a um indivíduo não é algo a se desprezar…

    Money Talks, garotinhas… Aprendam isso desde cedo. E vendam seus sonhos pelo melhor preço 😀

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: