4 Comentários

Dia dos Namora… Não, pera. Conheça “Os maiores ‘Forever Alones’ dos Quadrinhos”

surfista

O Dia dos Namorados também é conhecido com o Dia oficial da solteirice ou dos famosos “Forever Alones”. Pensando nisso, e claro, procurando apaziguar este coração solteiro e nerd que hoje chora lágrimas de sangue, reunimos aqui 0s 10 maiores heróis forever alones + 1 dos quadrinhos. É claro, que você pensar em outros personagens, mas esta é a nossa lista oficial.

Leia, divirta-se, compartilhe, chore, lamente hahahHhahHAHAHA

Monstro do Pântano (lindo da mamãe)

monstro do pantano

“Eu te amooo caladoooo…”

Tanto na versão original de 1971 quanto na versão da série em quadrinhos foi um personagem solitário e trágico. O cientista Alec Holland foi afetado por uma explosão em seu laboratório, que deveria tê-lo matado, mas o transformou num monstro que se misturou as plantas em que pesquisava. Eu disse duas versões porque a primeira história foi um conto de terror fechado, no qual o cientista voltava como a tal criatura, sem capacidade de fala, mas com uma força extraordinária, invulnerabilidade e um desejo de vingança contra o colega de laboratório que planejou tudo para ficar com a amada de Holland. O drama do monstro é ainda maior por não poder ser reconhecido por sua noiva. A primeira versão ele mata o sabotador e some no pântano, na série ele se tornou um herói em busca de uma forma de voltar a ser humano, ao mesmo tempo em que compreendia o verdadeiro potencial de seus poderes. Eu sei, lembra o Hulk, mas só que Banner poderia voltar a ser humano de vez em quando. O feioso de musgo, cipós e folhas não podia.

Bruce Banner (Sobe o som com trilha sonora anos 80, Bruce caminhando na Long Road da Solidão).

Você conhece a história, mas vou relembrar: brilhante cientista que sofre um acidente (cara, cadê a prevenção de acidentes para cientistas das HQs?) com uma explosão de raios gama. Nas primeiras versões ele se transformava num monstro acinzentado, gigante, forte e malvado ao anoitecer. Depois centram na questão da raiva, e claro, o monstro ficou maior e mais perigoso. Resultado disso? Ele teve que se afastar de Betty Ross seus ULTRA verdadeiro amor até conseguir compreender o que estava acontecendo. Para piorar, o sogro era chefe militar da equipe que caçava o monstro Hulk pelos EUA.

Uma cena emblemática sobre o sofrimento de Banner foi mostrada no filme “Incrível Hulk”. Imagine: sua namorada é a Liv Tyler e você não pode… Nada… Nada… De nada. Se não o HULK ACORDA E SMASHA A MULÉ TODA!

Infelizmente eu não achei a cena toda, na qual ele diz “eu não posso ficar excitado, por causa dos batimentos cardíacos” e ela responde “mas nenhum um pouco?” Ah MÓ PAI! Eu no lugar do Banner já teria tentando meter uma bala na cabeça. Opa, ele tentou isso também, mas não deu certo HahHAHAHha.

Batman  (Tananana nananan nananan nan)

ELE MENTIU BÁTEMÁ!!! TEU FILHO TÁ VIVO!!!

ELE MENTIU BÁTEMÁ!!! TEU FILHO TÁ VIVO!!!

Órfão psicótico, manipulador, obsessivo compulsivo. Seus constantes traumas em suas relações pessoais sempre dificultaram mais ainda a vida de Bruce Wayne para que ele tivesse um relacionamento sério. Os fãs xiitas dirão “mas ele pegou trocentas gatas do universo DC”. Isso é verdade, mas não conseguiu manter nenhuma e quase sempre, as histórias terminam em tragédia, como fato dele ter tido um filho com Talia Al’Ghul filha de um dos seus piores inimigos. Isso sem falar na Mulher Gato que faz o clássico “gato e sapato” do morcego. Sem referências de família, ele criou a Batgirl e uma penca de Robins para se tornarem a sua família de combate ao crime, mas assim como suas mulheres, eles acabaram encontrando seus trágicos destinos. Se fossemos fazer uma análise aprofundada dos tempos em que quadrinhos tinham roteiros inteligentes, os traumas contínuos acabavam se tornando combustível para que o Batman se tornasse mais forte e continuasse existindo. Mesmo assim ainda vai fã xiita dizendo que não, o Batman não precisa de mulher (hmmmm, sei) ou qualquer companhia (O_o).

Demolidor (O amor é cego, mas ouve bem)

"EU NÃO PRESTO, MAS EU TE AMO...." Karen Page, a ex-namorada drogada e cagueta do Demolidor

“EU NÃO PRESTO, MAS EU TE AMO….” Karen Page, a ex-namorada drogada e cagueta do Demolidor

O meu personagem preferido da linha “Marvel Urbana”. Não conheceu a mãe, o pai foi morto pela máfia e tudo o que ele faz é acreditar no mundo de estímulos e sentidos que e só ele conhece. Ele não pode ver as cores, mas pode perceber os poros da pele emitindo o medo e o coração de uma pessoa à quadras de distância Mas quem seria capaz de confundir os sentidos do Homem Sem Medo?  MULÉ. AWAYS MULÉ. No currículo do Demolidor estão figuras como uma ex-namorada drogada que vendeu a identidade secreta de Matthew Murdock para o Rei do Crime e claro, a ninja maluca Elektra, que acabou virando espeto de barriga na mão do Mercenário. Depois disso, o cara que já era casca grossa ficou pior ainda, guardando o resto de sentimentos quebrados que sobraram guardados para proteger os inocentes da Cozinha do Inferno.

Justiceiro (No pain, no gain)

Foda-se

Foda-se

Frank Castle, o Batman sem regras de piedade ou dinheiro. Viver para punir e matar quem “prejudica” os inocentes. Quando sua família foi morta ele também morreu. Desde então ele nunca mais se relacionou com alguém ou teve outra família. Seus “amigos” são informantes e sua companhia são as armas que ele precisa checar e recarregar todos os dias. Mais forever VINGANÇA alone do que isso, impossível. Aliás, não lembro de nenhum interesse amoroso de Frank Castle nos quadrinhos, mas não duvida que tenha existido alguma edição maluca com isso.

Hal Jordan (a fúria esmeralda)

Dica: nunca deixem um Lanterna Verde #xatiado

Dica: nunca deixem um Lanterna Verde #xatiado

O lendário Lanterna Verde, apesar da fama de pegador, já teve seus dias de Forever Alone e ficou tão inconformado com isso que quase apagou a existência do universo por isso. Na saga Crepúsculo Esmeralda, do tempo em que “saga” significava “SAGA”, Hal Jordan viu sua cidade natal, Coast City ser varrida do mapa após uma batalha. Como qualquer pessoa normal com um anel super poderoso faria… Ele tentou reconstruir toda a cidade com cada pessoa de que ele tinha lembrança. Tudo funcionou muito bem até ele perder o poder do anel e ser proibido pelos guardiões de usar os poderes em benefício próprio. Hal pirou, surtou, saiu da casinha, cagalizou geral. Ele foi direto para Oa e derrotou todos os lanternas no caminho, incluindo Kilowg, que foi morto no confronto. Os guardiões ainda tentaram uma última cartada com Sinestro para proteger a bateria central, mas tudo terminou com um belo “crec” no pescoço de Sinestro. Hal entra na Lanterna Central e se torna a entidade Parallax, o poder encarnado. E daí vieram tantas outras histórias como Zero Hora e Noite Final. Tudo isso porque um homem não suportou a dor de perder todos os que amavam. Forever Alone com MUITO PODER. P.s: ele permaneceu só até a sua ressurreição, muito anos depois.

Caçador de Marte (nem todo alien nasce boa pinta e é criado na Terra like a Superman)

"A gente faz o que pode em Marte e na Terra"

“A gente faz o que pode em Marte e na Terra”

Simplesmente pelo fato de ser o único marciano da Terra. Precisou rolar um interracial com uma nativa para ele ter uma namorada. Sim, enquanto J’onn J’onzz estava na Terra ele disfarçava de humano e fazia uns bicos de policial. Quase sempre esse relacionamento é mostrado rapidamente. Nada duradouro e foi até citado na Liga da Justiça – A Série Animada. No geral, enquanto ele não está “caçando” super-vilões, fica mergulhado nas lembranças da sua família e do povo de Marte que foram extintos.

Noturno (CO-NHE-CI um capeta em forma de GURI!)

Noturno e a doida da Anna Marie Raven, irmã adotiva do mutante.

Noturno e a doida da Anna Marie Raven, irmã adotiva do mutante.

Kurt Wagner, o mutante alemão que fez parte dos X-Men, enfrentou o preconceito por sua aparência durante quase toda a sua vida. Até mesmo quando entrou na equipe de Xavier ele teve que lidar com os olhares desconfiados dos outros mutantes como Kitty Pryde. Azul, com pêlos por todo o corpo, três dedos nas mãos e pés, presas, olhos amarelos e uma cauda com ponta de seta, Kurt foi caçado por se parecer com um demônio. Viveu em um circo e ironicamente à sua aparência era muito religioso. Apesar de ser muito brincalhão, quando assunto era mulheres sua dificuldade história era imensa. Teve um longo e complicado relacionamento com sua irmã adotiva. Quase sempre hostilizado pela primeira impressão alheia acabou se tornando um grande amigo do insociável Wolverine. Sorte na amizade, azar no amor. Kurt morreu para proteger a mutante Esperança a quem ele acreditava ser literalmente uma “esperança” para o futuro dos mutantes. Pobre Kurt.

Surfista Prateado (o melancólico herói das estrelas)

"Quanto tempo mais até a solidão me destruir..." Alguém tem um lenço cósmico?

“Quanto tempo mais até a solidão me destruir…” Alguém tem um lenço cósmico?

O pacífico astrônomo Norrin Radd salvou seu planeta natal ao se oferecer como servo e arauto do poderosos Galactus. Em troca recebeu “poderes cósmicos fenomenais”, porém nunca mais pôde voltar para seu planeta e ficou eternamente longe de sua amada. Aliás, depois que se voltou contra Galactus ele ficou preso na Terra e sem a oportunidade de dar uma voltinha pelo universo para relaxar um pouco utilizando seus “poderes cósmico fenomenais”. Os quadrinhos dos anos 70 e 80 desde personagens são conhecidos por seus longos discursos e reflexões sobre a existência e a solidão Dizem que as lágrimas do Surfista se transformavam em pequenas estrelas cadentes no céu terráqueo *__* #sóquenão.

Wolverine (Amnésia, transtornos de raiva, rejeição… E alguns filhos bastardos ou geneticamente modificados para matá-lo)

Wolverine mata Jean Grey em New X-Men #148 October 2003. Diz uma novidade....

Wolverine mata Jean Grey em New X-Men #148 October 2003. Diz uma novidade….

Originalmente baixinho – sim geração #HughJackmanLindo o Wolverine já foi baixo quase anão – , carrancudo, mal humorado, antisocial, infinitos traumas e com sérios problemas para controlar a raiva. Em seu histórico existe uma série de mulheres que ou foram mortas ou piraram na batatinha. Sempre que ele começa a se relacionar com alguém, pode acreditar, é um anúncio de tragédia. Seus filhos são assassinos geneticamente criados para confrontá-lo… A única vantagem nessa história toda é que ele sempre pode surtar ou ter uma bela crise de amnésia e resetar todos os problemas até que eles o encontrem de novo.

Menção Honrosa

Peter Parker: antes de ser o Homem Aranha e pegar loira mais linda da cidade e na sequência a ruiva mais gostosa do século, Peter era um adolescente CDF, magrelo e solitário na escola. Não tinha amigos e era órfão. Suas únicas companhias eram a Tia May e o Tio Ben. Mesmo após se tornar o Homem Aranha ele ainda passou um período difícil devido a morte do tio e falta de confiança em si mesmo. Quando ele já estava “quase bem”, o Duende Verde faz o favor de matar a sua primeira namorada Gwen Stacy, algo que rende mais alguns anos de tortura psicológica e problemas de autoestima para o jovem Parker que em seguida conheceria Mary Jane. O resto vocês já sabem.

Eu me emociono até hoje com essas cenas. Do tempo em que quadrinhos Marvel e DC tinham roteiros e criatividade.

homem aranha_100grana

Triste, muito triste.

Gostou? Lembrou de outro personagem? Então comenta aí, liso!

Espero que tenham se divertido. Até a próxima!

Anúncios

4 comentários em “Dia dos Namora… Não, pera. Conheça “Os maiores ‘Forever Alones’ dos Quadrinhos”

  1. “Noturno (CO-NHE-CI um capeta em forma de GURI!)”
    Digna de indicação ao Prêmio “Pig Spirit” de 2013.

  2. Para mim o Surfista e o monstro do Pântano são os casos mais dramáticos, suas histórias possuem magia e um pouco de reflexão sobre a existência humana.

  3. Boa lista, não concordo com essa de peter cdf, ele já até negou fogo para uma nerdinha, que até é mencionada no primeiro ep da serie dos anos 90 e é um pegador safado, que só num ta casado direito por canalhice, (quase como o homem de ferro) o cara num passa uma saga sem fazer um triângulo. Esqueceu de citar o namoro do demolidor com a viúva negra, ela é realmente a forever alone queen, prefere ser solteira e trabalhar do q ficar com alguem, tio nick fury e capitão america tem uma situação diferente, e uma certa carol ex namorada de hal, não deixa o cara só, até quando ele tentava ela matava as novinha!

  4. O Batema faz nheco-nheco de máscara!

    Puta merda…

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: