1 comentário

Vamos conversar sobre o reboot do Quarteto Fantástico?

Essa semana, eu comecei a acompanhar as novidades sobre o falado reboot do Quarteto Fantástico. Uma produção que têm levantado muitas questões polêmicas. E decidi falar um pouco sobre isso.

fantastic-four1

Na maioria dos casos, tenho ouvido e lido muitas queixas sobre ele. Hoje, o que mais se fala são as pessoas sonhando com uma volta dos direitos da turma do edifício Baxter para a Marvel Studios. O fato é que a Casa-de-Idéias até hoje paga o preço de ter vendido direitos de seus personagens para tudo que é estúdio de Hollywood, já que a maioria dificilmente larga o osso. Mas, se é para ficarem, que façam algo que..bem, não vou dizer algo como “respeitar os fãs”. Isso não existe. Não tem como agradar a todos, é um fato. Eu já vi gente proclamando ódio contra filmes como Vingadores, ou Batman Begins, tecnicamente quase unanimidades. Façam algo ao menos que não deturpe (demais) o cânone estabelecido

Vamos falar sobre as questões polêmicas: como alguns de vocês sabem, todos os atores cotados para os papéis principais vêm sendo reprovados veemente pelos fãs, por causa da faixa etária dos mesmos. Miles Teller, Kit Harrington, , Kate Mara e Saoirse Ronan passaram pelo crivo dos fás e não vingaram. Me parece que a intenção é se basear mais na linha Ultimate, aonde os personagens são mais novos mesmo, então quem espera ver o bom e velho Reed Richards grisalho se decepciona fácil, por exemplo. Se o fator “Ultimate” for confirmado, acho que a idade não deve pesar tanto.

Seguem as fotos dos atores e atrizes que foram cotados até aqui.

Saoirse Ronan

Saoirse Ronan

Kate Mara

Kate Mara

Margot Robbie

Margot Robbie

Kit Harrington

Kit Harrington

Jack O Connel

Jack O Connel

Miles Teller

Miles Teller

A outra questão é o roteiro: Há alguns dias, supostamente vazou um roteiro falando sobre Reed e Ben Grimm como amigos que se tornam operativos governamentais depois de passarem por uma experiência, mas que se rebelam ao conhecerem os irmãos Johnny e Sue Storm. Muito nada a ver mesmo, e felizmente desmentido.

Para mim, o Quarteto ainda não teve um filme à sua altura. Faltou, até hoje, um roteiro que explore mais a genialidade de Richards, assim como o nível de epicidade quando se fala de uma família de heróis que explora mundo diferentes, e que vez ou outra viaja para a Latvéria para encarar o Dr. Destino em seu castelo. O filme de Tim Story, lançado há nove anos atrás, ficou muito urbano, preso naquele mesmo formato de filmes como Demolidor ou o primeiro Homem Aranha. Ali o que valeu mesmo foi a interação entre Chris Evans e Michael Chiklis como Tocha e o Coisa.

Falando em Tocha, entramos na questão Michael B. Jordan. O cara é, sim um bom ator, quem já assistiu Chronicle (assinado por Josh Trank, que dirige esse novo Quarteto, vejam vocês) sabe do que estou falando. Existem mudanças que, embora desnecesárias, não afetam a performance do perosnagem. Como o Rei do Crime do Demolidor (2003) ou Marlon Wayans de Ripcord em G.I.Joe (2009). Mas, sinceramente, como os produtores desse filmes sequer cogitam colocar esse rapaz no papel que originalmente é um caucasiano loiro, que possui uma irmã do mesmo biótipo??

michael-b-jordran-fantastic-four-reboot

Não, não é preconceito, é preciso ressaltar  porque para isso ser mal interpretado, é um pulo. Pensem em quantas piadas racistas vão chover na internet com o Tocha “queimado”. Imaginem que esse filme role nos cinemas e chegue ao DVD. Se perguntem se isso não será usado como referência ao se falar no filme. Para quê gerar uma controvérsia tão proposital? Se colocassem o rapaz para ser o T`challa (Pantera Negra) e participar numa sequência, até dizia, mas péra lá…

Anos atrás, em uma entrevista, Stan Lee disse ter uma ligação sentimental com o Quarteto, e lhe partiria o coração se eles aparecessem num filme medíocre. Considerando o filme perdido do Roger Corman (o qual nós já exibimos no bom e velho Trashback) e a recepção morna aos últimos dois filmes, dá quase para dizer que ele preveu o futuro.

Mas enfim, tem muito tempo para avaliar. Levem em conta o fator “boato” e muito do que pode ser verde do estúdio para testar o público.

Um comentário em “Vamos conversar sobre o reboot do Quarteto Fantástico?

  1. Os Reboots estão vindo cada vez mais cedo. Que pena! Façam bem da primeira vez!

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: