6 Comentários

Você viu? Cine Livo IV: Robocop – O Policial do Futuro

Por Diego Andrade

Mais uma sessão épica. Desta vez exibimos o primeiro filme, o original, o imbatível Robocop de 1987. Casa cheia e muita gente satisfeita!

Aproveitando que em fevereiro tem a estreia do Robocop-Padilha-2014-de-Borracha-Preta-Tático-Para-Crianças, nós decidimos exibir o Robocop original, dirigido por Paul Verhoeven e estrelado por Peter Weller.

"Robocop, o que você acha da sua nova versão?"

“Robocop, o que você acha da sua nova versão?”

É sempre muito bom ver o cine Líbero Luxardo lotado com pessoas de diferentes gerações. Todos se divertindo muito e participando da sessão. Aliás, o nosso jogo de perguntas e respostas está ficando cada vez mais disputado. É bom ver que os fãs estão indo às sessões para disputar o pôster do filme:

Sobre o ROBOCOP

O filme não envelheceu quase nada. É claro que a garotada de hoje pode reclamar dos efeitos especiais, mas se o público transportar a sua opinião para o final dos anos 80 e pensar como o filme foi construído utilizando os recursos tecnológicos limitados da época, aí sim, você percebe o valor da obra.

Um destaque vai para a maquiagem efeitos especiais do filme. Principalmente a maquiagem e a fotografia.

MSDROBO EC016

Uma das cenas mais chocantes do filme. O bandido derretendo com ácido feito totalmente de maquiagem. Nada de efeitos digitais. Hoje em dia, tudo é feito na base do clique.

Ainda falando em maquiagem. Lembro até hoje o quanto era impactante ver a cara do Robocop. A impressão daquele rosto deformado se misturando a um crânco de metal.
Ainda falando em maquiagem. Lembro até hoje o quanto era impactante ver a cara do Robocop. A impressão daquele rosto deformado se misturando a um crânio de metal.

Peter Weller sofreu demais durante o filme, pois a cada filmagem ele precisava parar por 10 horas, tempo estimado para a montagem da pesada armadura do Robocop. Aliás, Peter quase desistiu do longa-metragem, que lhe custou um problema sério na coluna até hoje. No entanto, o ator foi convencido pela produção e diretor a continuar e nós fomos presenteados com esse grande clássico do cinema pop.

Peter Weller sofreu muito durante as gravações. Eram 10 horas de preparação, montando todas as peças da armadura, para filmar uma sequência,

Peter Weller sofreu muito durante as gravações. Eram 10 horas de preparação para montar todas as peças da armadura e filmar uma sequência.

A trama possui uma temática que até os dias de hoje: a violência das grandes cidades, países em conflitos cada vez mais problemáticos, ameaça de guerras eminentes, grandes empresas tomando conta dos principais serviços e produtos, além do desenvolvimento de uma sociedade guiada pelo consumo e padrões imposto pela mídia.

O próprio Robocop foi criado para ser um “produto perfeito”. Quando a polícia foi privatizada pela OCP, a empresa decidiu “melhorar” o trabalho da segurança pública criando um combatente do crime que não dorme, não come, não sente medo, não erra. É mais forte, mais rápido e mais letal do que qualquer humano. Para isso foi criado o ciborgue Robocop, parte homem e parte máquina. A parte humana foi projetada simplesmente pelo apelo de conquistar as massas de Detroit e afirmar “ele não é só uma máquina”.

Em resumo, este é um um filmaço. Do tipo que você sai do cinema com a trilha sonora tocando sem parar na cabeça.

Esperamos que todos tenham gostado da sessão.  Devido a um problema técnico, nós não faremos um vídeo desta sessão.

E lembrando que o próximo filme será no dia 15 fevereiro com um CLÁSSICO DA COMÉDIA!!! Uma fase que garotada “Two and Half Man” desconhece de Charlie Sheen. TOP GANG II: A Missão:

topgang2_100grana

Curtam a nossa página facebook.com/100Grana e o twitter @blog100Grana

6 comentários em “Você viu? Cine Livo IV: Robocop – O Policial do Futuro

  1. Bacana o post e bacana a iniciativa.
    Espero que siga sempre melhorando.
    Vocês são demais! Mas senti um certo desrespeito por parte de algumas pessoas do publico que mais estavam lá para zuar do que curtir o classico. É chato…
    Mas o projeto tem futuro e desejo todo o sucesso pra vocês.

    Abração!

    Debb Cabral https://m.facebook.com/GatoQueFlutua

  2. Oi, Debb! Obrigado pelo elogio! Esperamos que você volte sempre! Quanto a “galera da alegria”, eu acredito que foi a empolgação dos posters que deixaram eles assim. Durante o filme ficaram todos bem calados. Robocop impôe respeito😉 Um grande abraço!

  3. Desde a notícia de que ia rolar o Cine Liso eu já fiquei ultra feliz com a iniciativa. Parabéns mesmo galera, estão salvando nossas tardes de sábado. Dia 15/02 estarei lá denovo e acho que já rola a anistia pra quem já ganhou dois posteres né?😀

  4. hahaha Ainda saio daqui do Paraná direto pra Belém participar desses eventos sensacionais d vocês.

  5. olá pessoal. se não me engano o filme passou em 1987, lá no palácio (ê saudosismo velho).
    fomos assistir eu (12 anos), meu irmão (11 anos) e meu pai.
    filmaço, a cena dos caras detonando o murphy são indigestas até hoje (lembro que alguns dias depois a censura do filme passou 14 pra 18 anos).
    ei, pra quem assistiu 24 horas, o peter weller e o paul maccrane participaram como mestre e irmão, respectivamente, do jack bauer.
    abraço a todos.
    e o tempo vai passando…!!! pô, valeu mesmo!!!

  6. […] é claro que você foi na sessão de janeiro do CineLiso e assistiu o primeiro com a gente, né? Lembrando que nesse sábado tem Top Gang 2 lá no […]

Comenta, liso! É grátis.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: